Rafa Benítez não teve pena e detonou James Rodríguez

Contratado sob grande expectativa em julho de 2023, James Rodríguez ficou bem longe de corresponder com a camisa do São Paulo. Apenas seis meses depois de sua apresentação e somando somente 14 jogos com a camisa tricolor, o colombiano pediu para rescindir seu contrato de maneira amigável no início deste mês.

Fora do São Paulo, James novamente testará o mercado de transferências na busca por um novo clube. Mas os interessados podem contar com uma “previsão” do técnico Rafa Benítez, que comandou o meia tanto por Real Madrid quanto por Everton. Em 2021, o espanhol já havia criticado abertamente a postura do colombiano.

“James Rodriguez prefere dinheiro e uma vida confortável ao invés de competição. Ele não trabalha duro, mas espera ser escalado. Isso seria um desrespeito com os jogadores que se esforçam e ficam no banco no dia do jogo”, disse Benítez há três anos. A forte declaração foi relembrada por torcedores são-paulinos após o pedido de rescisão.

Na última semana, outro treinador também não poupou críticas ao jogador. Conhecido pela brilhante campanha à frente da Seleção de Costa Rica na Copa do Mundo de 2014, Jorge Luis Pinto afirmou que James não tem mais “capacidade de trabalho” e que perdeu o amor pelo jogo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Relembre a carreira de James Rodríguez

  • 2007: Envigado (Colômbia) – 30 jogos e nove gols marcados
  • 2008/2010: Banfield (Argentina) – 50 jogos e dez gols marcados
  • 2010/2013: Porto (Portugal) – 108 jogos; 32 gols e 36 assistências
  • 2013/2014: Monaco (França) – 38 jogos; dez gols e 13 assistências
  • 2014/2017: Real Madrid (Espanha) – 111 jogos; 36 gols e 37 assistências
  • 2017/2019: Bayern (Alemanha) – 67 jogos; 15 gols e 19 assistências
  • 2019: Real Madrid (Espanha) – 14 jogos; um gol e duas assistências
  • 2020: Everton (Inglaterra) – 26 jogos; seis gols e oito assistências
  • 2020/2022: Al-Rayyan (Catar) – 16 jogos; cinco gols e seis assistências
  • 2023: Olympiakos (Grécia) – 23 jogos; cinco gols e seis assistências
  • 2023: São Paulo – 7 jogos; um gol e três assistências

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.