Quis meter marra pra cima do São Paulo e acabou dispensado

Após a confirmação da saída de Dorival Júnior rumo a Seleção Brasileira, o São Paulo correu contra o tempo para anunciar seu substituto, que no final das contas, acabou sendo Thiago Carpini, ex-Juventude.

Além do brasileiro de 39 anos, o Tricolor também mostrou interesse no argentino Luis Zubeldia, que estava sem clube após a saída da LDU. Apesar de ter se mostrado um dos favoritos a assumir ocargo, o negócio não foi para a frente.

Em entrevista à CNN, o coordenador técnico do SPFC, Muricy Ramalho, confirmou que Zubeldia sequer foi entrevistado. Mas não foi por falta de tentativa da diretoria, que tentou o contato em diversas ocasiões, mas o argentino mostrava uma rotina “apertada”, não tendo tempo para uma conversa on-line.

 “Esse não entrevistamos, ele marcou, depois não queria conversar, foi muito rápido. Muita pose, pode ser daqui dois dias, daqui três dias, e a gente louco no mercado para trazer um treinador…Você vai desculpar, aqui é São Paulo, meu filho. Não, ‘vou conversar com você amanhã’. Mas pelo menos conversar, não é aceitar ou não, a gente queria saber como o cara é. ‘Hoje não vai dar, amanhã não vai dar’. E a gente louco no mercado. Ele todo dia isso”, comentou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Zubeldia anunciou sua saída da Liga de Quito recentemente, visando tirar um ano sabático. Ele é o atual campeão da Copa Sul-Americana, ao bater o Fortaleza na decisão. Por sinal, eliminou o próprio São Paulo, no Morumbi, nas quartas de final. Também dirigiu o  Lanús e Racing, da Argentina, o Barcelona, do Equador, Cerro Porteño, do Paraguai, e Alavés, da Espanha.

SPFC conversou com outro treinador além de Carpini

Apesar do escolhido ter sido Thiago Carpini, que possui pouca experiência como treinador profissional, o Tricolor conversou com o uruguaio Paulo Pezzolano, que trabalha no Real Valladolid, da Espanha. No Brasil, é conhecido por seu trabalho à frente do Cruzeiro.

“Você tem que mostrar que quer vir para o clube. Falamos com o Pezzolano e ele na hora, estava na estrada, ‘estou chegando em casa’, aí vimos interesse. Carpini foi igual. Entrevistamos esses dois”, finalizou Muricy.