Que fim levou os jogadores do São Paulo que disputaram a final contra o Tigre?

Mais de dez anos depois da histórica e polêmica final da Copa Sul-Americana de 2012, São Paulo e Tigre voltam a se encontrar na competição tendo o estádio do Morumbi como palco. Foi justamente na casa são-paulina que, alegando não ter condições de jogo após brigas nos vestiários, o time argentino optou por não retornar ao segundo tempo.

O jogo, que já apontava 2 a 0 para o Tricolor, com gols de Lucas Moura e Osvaldo, se encerrou ali. O W.O. deu o primeiro título da Sul-Americana ao São Paulo, para delírio de mais de 67 mil torcedores presentes nas arquibancadas do estádio. Nesta terça-feira (27), os clubes se reencontram em busca do primeiro lugar do Grupo D.

Mas você, torcedor apaixonado pelo São Paulo, se recorda do time que entrou em campo na noite daquele 12 de dezembro de 2012? E o que será que eles fazem nos dias atuais? Nós, do Portal do São Paulino, preparamos um resumo da vida dos heróis que trouxeram a taça da Sul-Americana para o Tricolor Paulista. Confira:

Rogério Ceni – Ídolo incontestável, o goleiro era o capitão da equipe. Aposentado em 2015, tornou-se técnico e comandou o São Paulo por duas oportunidades. Foi demitido em abril para dar lugar a Dorival Jr.

Paulo Miranda – Foi expulso no intervalo daquela partida. Hoje, envolvido no escândalo das apostas, teve seu contrato rescindido com o Náutico e foi punido pelo STJD em 1000 dias e R$ 70 mil.

Rafael Tolói – Naturalizado italiano, o zagueiro é um dos líderes da tradicional Atalanta. Ele também defende as cores da Itália, onde conquistou o título da Eurocopa 2020.

Rhodolfo – Aposentado desde 2021. Seu último clube foi o Cruzeiro.

Cortez – Atualmente sem clube, o experiente lateral-esquerdo defendeu o Mirassol no Campeonato Paulista. Mas uma grave lesão fez com que ele participasse de apenas uma partida no torneio.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Wellington – Cria de Cotia, o volante tem uma carreira bastante vitoriosa e contou com passagens por Internacional, Vasco da Gama, Athletico-PR e Fluminense. Hoje defende o Avaí na Série B do Campeonato Brasileiro.

Denílson – Também cria das divisões de base do São Paulo, está aposentado dos gramados desde 2021.

Jadson – Camisa 10 e mente pensante no meio de campo daquela equipe, o meia se aposentou no início deste ano. Deixou o Morumbi para tornar-se ídolo do Corinthians em 2014.

Lucas Moura – Grande nome daquela conquista, Lucas é o grande sonho do torcedor são-paulino no mercado de transferências. Em fim de contrato com o Tottenham, ele tende a continuar longe do futebol brasileiro.

William José – Artilheiro tricolor no torneio, o atacante conquistou uma carreira bastante sólida na Espanha. Ele atualmente defende o Real Bétis, onde marcou seis gols na última temporada.

Osvaldo – Aos 36 anos de idade, permanece na ativa e é um dos destaques do Vitória na Série B do Brasileirão.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.