Provável escalação do São Paulo contra o Fortaleza

Neste sábado (13), o São Paulo recebe o Fortaleza, às 21h (horário de Brasília), no MorumBis, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O Soberano tenta emplacar sua segunda vitória seguida em todas as competições para aliviar a pressão em cima da equipe.

A expectativa é de um bom público no estádio, algo que os são-paulinos vem cumprindo há alguns anos. O duelo poderá servir como uma afirmação do técnico Thiago Carpini, que vem sendo muito criticado ultimamente.

Por sinal, em caso de uma derrota contra o Cobresal, na última quarta-feira (10), pela Libertadores, ele teria sido demitido, conforme adiantou o jornalista André Hernan. O Tricolor acabou vencendo o time chileno por 2 a 0, mas a pressão continuou a todo o vapor.

Veja os desfalques de cada equipe e como podem ir para o jogo

Buscando começar bem o Brasileirão, Carpini terá que enfrentar algumas dificuldades para montar sua escalação ideal. Isso porque diversos jogadores estão lesionados, tais como: Rafinha, Moreira, Patryck, Lucas Moura, Wellington Rato, Luiz Gustavo, Ferreira e Nikão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Há a possibilidade de Carpini poupar o meia James Rodríguez, que atuou por  mais de 80 minutos contra o Cobresal. Em entrevista coletiva após a partida, o treinador disse que iria avaliar a condição do colombiano. Calleri, que voltou de lesão recentemente, também pode começar no banco de reservas.

Do outro lado, o Fortaleza também conta com alguns desfalques como o meia Calebe e o volante Matheus Rossetto, ambos machucados. Thiago Galhardo foi liberado para acertar com o Goiás e não jogará. O time vem pressionado após ter perdido a final do Estadual para o Ceará, nos pênaltis, apesar da vitória recente pela Sul-Americana.

Veja as prováveis escalações:

São Paulo: Rafael; Igor Vinicius, Arboleda, Diego Costa e Welington; Pablo Maia e Alisson; Erick, Luciano e Michel Araújo; André Silva. Técnico: Thiago Carpini.

Fortaleza: João Ricardo; Tinga, Brítez, Titi e Bruno Pacheco; Zé Welison, Pochettino e Hércules; Yago Pikachu, Lucero e Moisés. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.