Protocolo antissuicídio foi acionado na prisão de Daniel Alves após condenação

Atualmente em prisão preventiva em Barcelona, Daniel Alves tem passado por dias difíceis enquanto recorre da condenação por estupro. Relatos afirmam que, desde sua detenção, o jogador tem enfrentado dificuldades para interagir com outros presos, muitas vezes se isolando. Além disso, informações de pessoas próximas ao atleta afirmam que ele tem enfrentado insônias e perda acentuada de peso.

Um ex-companheiro de cela revelou que o sistema prisional reforçou suas medidas de prevenção ao suicídio após alertas de funcionários sobre o estado mental depressivo do ex-jogador do Barcelona, especialmente após o julgamento.

O julgamento do jogador foi realizado entre os dias 5 e 7 de fevereiro, no Tribunal de Barcelona. Foram ouvidas 28 testemunhas, tanto de defesa quanto de acusação, e as provas foram avaliadas. Daniel Alves é acusado de estuprar uma jovem na passagem do ano 2022 para 2023, em uma boate da capital catalã.

De acordo com a imprensa espanhola, o protocolo antissuicídio ativado após o julgamento do jogador brasileiro Daniel Alves envolve medidas rigorosas para garantir sua segurança na prisão. Esse protocolo visa prevenir que ele se machuque ou tente tirar a própria vida. As principais ações desse protocolo incluem:

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

  • Monitoramento constante: Daniel Alves é observado de forma contínua para detectar qualquer comportamento preocupante.
  • Restrição de liberdade de movimento: Sua movimentação dentro da cela é limitada para evitar riscos.
  • Controle de acesso a objetos perigosos: Itens que possam ser usados para se machucar são restritos.
  • Prevenção de automutilação ou suicídio: O objetivo é garantir que ele não cause danos a si mesmo.

Prevenção a fugas e apoio familiar

Daniel Alves foi preso preventivamente desde 20 de janeiro do último ano por haver alto risco de fuga no seu caso. Sua liberdade condicional foi negada diversas vezes, apesar dos apelos da defesa. Um ex-colega de cela revelou, ainda, que o ex-jogador manifestou o desejo de fuga caso obtivesse liberdade provisória.

O jogador ainda tem o apoio de sua esposa, Joana Sanz, que compartilhou em suas redes sociais uma carta que recebeu de Daniel. Na carta, o jogador se declara para a esposa e diz que seu sonho é acordar ao lado dela todos os dias.