Prodígio que superou Agüero é opção pro São Paulo ficar de olho pro futuro

A segunda fase da Copa da Argentina, que se encerrou na noite desta quinta-feira (16), reservou uma curiosa história envolvendo Mateo Apolonio, cria das divisões de base do modesto Deportivo Riestra. Entrando em campo contra o Newell’s Old Boys, o lateral-esquerdo tornou-se o atleta mais jovem a disputar uma partida profissional na Argentina.

Com apenas 14 anos e 29 dias de vida, Apolonio superou o histórico recorde de Sergio Agüero, que entrou em campo um ano mais velho pelo Independiente em 2023. Ele entrou no final do 2º tempo, quando o placar já estava 1 a 0 para o Newell’s, resultado que seria mantido até o apito final e selaria a eliminação do Deporitvo Riestra.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Cristian Fabbiani afirmou que utilizou o jovem jogador porque o calendário do time está cheio e era necessário poupar os atletas mais experientes, com foco no Campeonato Argentino. Ao tradicional jornal Olé, o próprio lateral revelou que o pai ficou emocionado quando soube da oportunidade.

Ele ainda admitiu estar “tremendo de medo”: “Eu estava na sala da minha casa, subi e meu pai estava chorando. Não entendi nada e ele me disse que eu estava escalado para a Primeira Divisão. Fiquei nervoso o dia todo, tremendo”. Enfrentando problemas com a lateral-esquerda, o São Paulo já pode ficar de olho na joia argentina.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.