Presidente do Flamengo explica atitude genial que trouxe Dorival Junior para o São Paulo

Depois de uma breve passagem pelo Ceará, Dorival Jr. chegou ao Flamengo para vencer os títulos da Copa do Brasil e da Copa Libertadores da América em 2022, se consolidando como um dos principais expoentes do mercado de treinadores brasileiros. No entanto, mesmo com as conquistas, não permaneceu no Rubro-Negro para 2023.

Sem renovar seu contrato com o clube carioca, Dorival acabou liberado pela diretoria em novembro e permaneceu sem um novo clube até abril deste ano, quando foi chamado pelo São Paulo para substituir o demitido Rogério Ceni no Morumbi. Curiosamente, ele busca seu primeiro título pelo Tricolor justamente contra sua ex-equipe.

Buscando o tricampeonato pessoal da Copa do Brasil, o comandante são-paulino saiu na frente da disputa ao bater o time de Jorge Sampaoli pelo placar de 1 a 0 na partida de ida. Horas antes da bola rolar, o atual presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, explicou as razões para a não renovação com Dorival Jr. ao fim de 2022.

“O Flamengo teve uma queda de desempenho depois que conquistou as duas copas, o final do Brasileiro foi ruim. Ao mergulhar no planejamento, vimos que daria pouco tempo para o time entrar nas condições ideais para o clube iniciar o ano. O Dorival não foi demitido, o contrato acabou em dezembro e decidimos seguir outro caminho”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A aposta, porém, não trouxe resultados ao Ninho do Urubu. Apostando em Vítor Pereira, ex-Corinthians, o Flamengo acumulou decepções no início da temporada, sendo vice-campeão do Campeonato Carioca, da Supercopa do Brasil e da Recopa Sul-Americana, além de sequer chegar na decisão do Mundial de Clubes da FIFA.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.