Presidente do Cuiabá solta quentinha sobre possível novo técnico do São Paulo

Com a confirmação de Dorival Júnior na Seleção Brasileira, o São Paulo perdeu seu treinador justamente no início da pré-temporada, período preparatório para o ano inteiro. Além do Campeonato Paulista, que se inicia no dia 20 (sábado), o Tricolor irá disputar a Supercopa, Campeonato Brasileiro, Libertadores da América e Copa do Brasil.

A diretoria paulista já está em busca de um nome no mercado para substituir o antigo treinador. Diversos foram especulados, dentre profissionais que trabalham no Brasil, América do Sul e até mesmo na Europa. Contudo, a cúpula ainda não chegou a uma decisão. A preferência é por um estrangeiro.

Um dos nomes que chegou a ser mais comentado nas redes sociais  foi o do português António Oliveira, que atualmente comanda o Cuiabá, mas já passou por Athletico-PR e Coritiba. 

Em contato com o Globo Esporte, o presidente do Cuiabá,  Cristiano Dresch, revelou que o Tricolor não realizou nenhuma consulta ou sondagem pelo técnico. Ele tem contrato com o Dourado até o final de 2024 e sua multa rescisória é avaliada em R$ 5 milhões. 

António Oliveira atrasou reapresentação

Ao contrário do restante do elenco, que se apresentou no CT nesta segunda-feira (8), o treinador português ficou em sua terra natal para tratar de questões pessoais. Ele retoma as atividades com o grupo na sexta (12).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A primeira partida do Cuiabá na temporada está marcada para o dia 20 (sábado), pela primeira rodada do Campeonato Mato-grossense. O time encara o Primavera, na Arena Pantanal. Por outro lado, o São Paulo também estreia no Paulistão no mesmo dia, diante do Santo André, no Morumbi.