Presidente da FIFA confirmou erro grave no título mundial do Corinthians

FIFA

O título mundial é considerado um dos mais importantes para os times sul-americanos. A disputa contra um time europeu coloca os dois melhores frente a frente, dando enorme prestígio ao vencedor.

Uma das maiores polêmicas dos últimos anos é em relação a edição de 2000 do torneio da Fifa. Na ocasião, o torneio foi sediado no Brasil, e o campeão foi o Corinthians, que derrotou o Vasco da Gama na decisão.

A primeira polêmica que é muito comentada é em relação a participação do clube paulista, que não era o campeão continental, que é  escolhido para ganhar a  vaga. No caso, o Vasco era o vencedor da Libertadores.

Depois de muito tempo, em 2010, o então presidente da FIFA, Joseph Blatter, admitiu ter errado na organização do torneio em 2000, que foi disputado no Brasil. Pouco antes da realização da competição em 2010, vencida pela Inter de Milão, a maior entidade de futebol do mundo disse que o formato deveria ter sido diferente dez anos antes, já que a decisão envolveu dois clubes do mesmo país.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Sentimos que algo estava errado e precisávamos de outro formato, pois tivemos o que não poderíamos ter: dois clubes do mesmo país na final. Então tivemos que interromper a competição, por diferentes razões. Além disso nos anos seguintes, houve outros problemas na Fifa”, explicou Blatter.

SPFC é tri campeão mundial, maior marca entre os brasileiros

O São Paulo é o único clube brasileiro a se gabar que conquistou o mundo em três oportunidades distintas. Em 1992, a lendária equipe comandada pelo técnico Telê Santana venceu o Barcelona, que era comandado por nada mais nada menos que Johan Cruyff. O duelo terminou 2 a 1 para os paulistas.

No ano seguinte, foi a vez do Milan, comandado por Fábio Capello, sofrer nas mãos dos brasileiros. Mesmo com a defesa formada por Baresi, Costacurta e Maldini, o Tricolor venceu por 3 a 2 e levantou o troféu novamente.

Em 2005, o São Paulo fez história e conquistou o tri. Venceu o Liverpool, que havia batido o Milan na Liga dos Campeões da Europa. Com assistência de Aloísio Chulapa, o gol marcado por Mineiro ficou eternizado na memória dos tricolores.