Presidente da CBF pode cair após ex-mandatários entrarem em ação

Vivendo um mau momento em seu mandato como presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues pode dar adeus ao cargo em breve. Isto porque segundo informações divulgadas pelo UOL Esporte, os ex-mandatários da federação, Marco Polo Del Nero e Ricardo Teixeira, querem derrubar Ednaldo do poder. Em resposta, o atual presidente busca o apoio de federações estaduais e de clubes.

A oposição, que conta com Marco Polo e Ricardo, tenta organizar um dossiê contra Ednaldo. A medida tem como justificativa os gastos da gestão atual, além de outras irregularidades para afastá-lo da entidade.

Há de fato um descontentamento com Ednaldo da parte de alguns setores, muito por conta de algumas promessas que não foram cumpridas. Junto a isso, a centralização do poder e as contas não pagas também irritam os opositores. Fornecedores já entraram com processos na Justiça para receberem o dinheiro não pago.

Em resposta à desconfiança dos outros dirigentes, Ednaldo antecipou o valor de R$ 9 milhões, que foram divididos entre clubes da segunda divisão. O Vitória embolsou R$ 4 milhões, o Juventude R$ 1 milhão, o Atlético-GO R$ 2,5 milhões e o Sport ficou com R$ 1,5 milhão. Os três primeiros conquistaram o acesso e irão jogar a elite do futebol brasileiro em 2024.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ednaldo fará a mesma estratégia com clubes de outros clubes. Ainda de acordo com o UOL, a tendência é que ele receba mais apoio das federações.

Quem pode assumir a CBF?

Visando a retomada do poder, a oposição acredita que pode resolver a situação na Justiça, argumentando que a Seleção Brasileira passa por um péssimo momento dentro e fora de campo. A intenção é colocar o presidente da Ferj, Rubens Lopes, vice da CBF, como novo mandatário da CBF.