Prefeitura entrou com ação pra tirar Morumbis do São Paulo e resultado foi esse

Inaugurado em 2 de outubro de 1960, o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, popularmente conhecido como Estádio do Morumbi, se tornou um dos grandes orgulhos do torcedor do São Paulo. Em quase 64 anos de história, o local testemunhou grandes times, ídolos e títulos do Tricolor, um dos clubes mais tradicionais do país.

O casamento, no entanto, correu riscos de chegar ao fim em setembro do ano passado. Na ocasião, a Prefeitura de São Paulo entrou com uma ação bilionária no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tomar posse do Morumbi. No processo, o município buscava anular a doação do terreno do estádio ao clube.

Na decisão, o ministro Gurgel de Faria negou o recurso apresentado pela prefeitura e alegou que o a administração municipal se limitou a “tecer alegações genéricas” e “repisar os argumentos trazidos”. Antes do parecer final, o próprio STJ já havia se mostrado contrário e declarado a ação improcedente através de três documentos.

Um dos responsáveis pela defesa são-paulina no caso, o advogado Caio Milnitzky falou sobre os riscos do clube no caso: “Se acolhido, o pedido formulado pelo município poderia causar um prejuízo bilionário ao clube, pois a prefeitura poderia exigir contrapartidas bilionárias ou poderia desapossar o São Paulo”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ele ainda concluiu alertando a diretoria do São Paulo: “O Tricolor ainda não pode declarar vitória, mas está em uma situação muito confortável. Tem a seu favor uma sentença, três acórdãos do TJ-SP e uma decisão monocrática do STJ. O município pode conseguir reformar a decisão? Até pode, mas a chance é bastante diminuta”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.