Pogba se manifesta após ser suspenso por 4 anos

Uma verdadeira bomba atingiu o futebol europeu na manhã desta quinta-feira (29). Após testar positivo para testosterona sintética, substância proibida pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), o meia Paul Pogba, da Juventus, foi suspenso por quatro anos por doping pelo Tribunal Antidoping da Itália.

O órgão aceitou o pedido da Procuradoria Nacional Antidoping e aplicou a pena máxima no caso. O jogador, campeão mundial com a França em 2018 e dono de passagem pelo gigante Manchester United, já havia sido suspenso de forma preventiva em setembro do ano passado. O mesmo resultado inicial foi confirmado no mês seguinte.

Com punição até o dia 10 de setembro de 2027, Pogba se pronunciou sobre o caso nas redes sociais. O francês afirmou ser inocente e que entrará com recurso na Corte Arbitral do Esporte (CAS): “Estou triste, chocado e com o coração partido porque tudo que construí em minha carreira de jogador profissional foi tirado de mim”.

O meia ainda complementou: “Quando eu estiver livre de restrições legais, a história ficará clara, mas nunca tomei, consciente ou deliberadamente, quaisquer suplementos que violassem os regulamentos antidoping. Como atleta profissional, nunca faria nada para melhorar o meu desempenho usando substâncias proibidas”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Segundo informações da imprensa italiana, Pogba corre o risco, inclusive, de ter seu contrato rescindido pela Juventus. Nos bastidores, o clube italiano já trabalhava a possibilidade em caso da confirmação da punição. O vínculo atual do meia é válido até junho de 2026.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.