Pelé foi colocado para atuar como goleiro em 4 oportunidades

Considerado o melhor jogador da história por muitos, Pelé acumulou mais de mil gols em sua carreira, além de ser tricampeão mundial pela Seleção Brasileira. Apesar de sua habilidade no campo ofensivo, o Rei do Futebol também já atuou como goleiro em quatro oportunidades, segundo informações divulgadas pelo portal Globo Esporte.

A primeira delas foi na vitória do Santos por 4 a 2 em cima do Comercial,em 1959. Pelé havia acabado de ter sido campeão mundial pelo Brasil e havia voltado ao clube da Vila Belmiro.  Em 4 de novembro de 1959, o ex-atacante “quebrou um galho” e foi goleiro.

Ele já “brincava” de goleiro em diferentes treinos, então já tinha o mínimo conhecimento da posição. Quando a partida já estava 4 a 2, o goleiro Lalá sentiu dores de cabeça e foi substituído. Pelé foi escolhido para defender a meta santista, saindo sem tomar nenhum gol.

Em 1964, Santos e Grêmio disputaram a semifinal da Taça Brasil. Na partida de ida, em Porto Alegre, o Alvinegro venceu por 3 a 1. Na volta, no Pacaembu, Pelé marcou três gols na vitória por 4 a 3. Com seis minutos restantes no relógio, Gilmar foi expulso por reclamação, e o Rei assumiu o gol novamente.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Já consagrado bicampeão mundial e o maior nome do esporte em 1969, Pelé foi chamado para ser homenageado pelo Governo do Estado da Paraíba. Por sinal, até recebeu o título de cidadão pessoense, em João Pessoa. 

No amistoso contra o campeão paraibano, o Botafogo-PB, Jair Estevão se machucou e foi substituído por Pelé aos 37 minutos da segunda etapa. Não tomou gol em mais uma oportunidade e o seu time venceu por 3 a 0.

A última vez em que Pelé assumiu a meta foi em 1973, já na reta final da carreira do ex-atacante. Defendendo o Santos, jogou um amistoso contra o Baltimore Bays, nos Estados Unidos, e atuou novamente como goleiro.

Além de ter feito um gol olímpico e colaborado na vitória por 4 a 0 do Santos, Pelé assumiu o lugar de Cláudio, que se machucou. Apesar de não ter sido muito testado no duelo, terminou sua carreira sem sofrer sequer um gol.