Pediu para sair do São Paulo e agora vive um inferno astral

Apesar da boa passagem pelo São Paulo em 2022, o meia Patrick teve alguns desentendimentos com Rogério Ceni e pediu para ser transferido no começo da temporada passada. Seu desejo foi atendido e acabou indo jogar no Atlético-MG. Todavia, não foi bem em Belo Horizonte, e sem espaço, foi contratado pelo Santos nesta temporada.

O clube fechou um empréstimo até o final do ano com obrigação de compra fixada após o término da temporada. O valor de 1 milhão de dólares (cerca de R$ 5,35 milhões na cotação atual) será pago de maneira parcelada até dezembro de 2025.

E mesmo em tão pouco tempo na Vila Belmiro, Patrick pode estar de saída. Segundo informações divulgadas pelo jornalista Vagner Frederico, o rival do São Paulo pretende fazer uma “limpa” no elenco, e o meia estaria incluído na lista de dispensas. 

Depois de viver uma ótima temporada no Tricolor, o atleta não consegue se firmar novamente em outros clubes. Atuou em nove partidas nesta temporada e está longe de brigar pela titularidade no Santos. Por sinal, o próprio presidente Marcelo Teixeira falou sobre a situação em entrevista à Bandeirantes.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“A confiança do Gallo e do Carille na questão da contratação do jogador é para que ele pudesse render. Vamos confiar para que possa acontecer. Se não acontecer, as medidas serão adotadas e tomadas até julho deste ano quando vamos poder dar oportunidades a esses atletas estarem em outros clubes, como também medidas mais diretas sejam adotadas de uma forma profissional do clube junto aos contratos desses jogadores”, disse o mandatário.

Patrick recebeu um ultimato do presidente

De acordo com informações divulgadas pelo Globo Esporte, Marcelo Teixeira teria dado um “ultimato” a Patrick. O prazo final para dar uma resposta dentro de campo seria até a abertura da janela de transferências, ou seja, no dia 10 de julho. A comissão técnica avalia que ele não tem condições físicas de atuar por 90 minutos, e para piorar, seu custo mensal é alto.