Passagem de Mineiro na Inglaterra foi tão ruim que falam mal dele até hoje

Cria das divisões de base do Guarani, Carlos Luciano da Silva, o Mineiro, chegou ao São Paulo em 2005 após brilhar com a camisa do São Caetano, onde foi campeão estadual no ano anterior. Indicado pelo então técnico Emerson Leão, o jogador entraria para a história do clube ao anotar o gol do título do Mundial de Clubes sobre o Liverpool.

O feito alçou Mineiro ao estrelado. Conhecido por seu jeito firme e aguerrido na marcação, o jogador esteve na Copa do Mundo de 2006 e permaneceu no Morumbi até o ano seguinte, quando foi negociado com o Hertha Berlim, da Alemanha. Somente um ano depois, ele viveria a grande aventura de sua vida ao aterrizar no Chelsea.

O clube londrino, que contava com o dinheiro do magnata russo Roman Abramovic, resolveu apostar no brasileiro por influência de Luiz Felipe Scolari, que buscava um substituto para o lesionado Michael Essien. A mudança, no entanto, não foi boa nem para Mineiro e nem para Felipão, com o volante até hoje lembrado de maneira negativa.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em outubro do ano passado, o jornal The Sun, um dos principais da Inglaterra, relembrou a apagada e decepcionante passagem do ex-São Paulo pelo gigante inglês. Mesmo campeão da Copa da Inglaterra, Mineiro entrou em campo por somente duas oportunidades e não deixou saudades na torcida azul de Londres.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.