Parceiro do São Paulo recebe aviso e leva multa milionária

O nome ‘Total Acesso’ já é bastante conhecido entre torcedores do São Paulo. Parceiro do clube na venda de ingressos, o site rende uma série de reclamações por parte da torcida. A última delas aconteceu na última semana, com diversos clientes relatando dificuldades em comprar entradas para a final da Copa do Brasil.

Dias depois da enorme confusão, a empresa se vê envolvida em um grande imbróglio judicial. A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor, o ‘Procon’, cobra 1.035.329,44 em multas da Total Acesso. São três ações distintas: uma de R$ 775.482,10, outra de R$ 156.590,91 e a uma de R$ 103.256,43, com os valores já atualizados por juros.

De acordo com a Justiça de São Paulo, todas as ações já transitaram em julgado, sem possibilidade de recursos na esfera administrativa. No processo, consta que a Total Acesso restringe o direito ao consumidor sobre o prazo de desistência da compra. Ao todo, a Total Acesso acumula 110 reclamações registradas no Procon até o mês passado.

Procurado para falar sobre o assunto, o São Paulo informou que não irá comentar. O clube, inclusive, utilizou a plataforma nesta quarta-feira, dia 13, para a venda de ingressos para a partida de ida contra o Flamengo no Estádio do Maracanã.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Confira a nota publicada pelo Procon

“A Total Acesso foi autuada por cláusulas abusivas com relação às condições de cancelamento e cobrança de taxa de conveniência nos eventos ‘Carnaval de São Paulo 2017’, ‘Coala Festival 2014’ e ‘39ª Festa do Peão de Itapecerica’. Nos processos administrativos, a empresa apresentou defesa, contudo após análise em 1ª e 2 ª instância, o auto foi mantido. Como não houve pagamento, as multas foram inscritas na dívida ativa. A partir desta situação a cobrança passa a ser responsabilidade da Procuradoria do Estado”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.