Palmeiras não tem mundial e a FIFA confirmou

Apesar dos tempos recentes não terem sido bons para o São Paulo, o torcedor tricolor ainda de orgulha de um feito: ser o único clube brasileiro a ser tricampeão do Mundial de Clubes, competição mais desejada pelos times do país. 

Em meio a isso, o Palmeiras vem em uma forte crescente após a parceria com a Crefisa. Venceu dos mais diversos campeonatos, incluindo duas Libertadores da América. Contudo, ainda falta o tão sonhado Mundial, motivo de piada para os torcedores de outros clubes.

O Alviverde até teve a chance de quebrar o tabu, mas acabou passando perto. Em 2021, perdeu na semifinal do Mundial para o Tigre, do México, e amargou o quarto lugar na competição. No ano seguinte, chegou a final, mas perdeu para o Chelsea, da Inglaterra.

Depois de falhar nas duas oportunidades, as torcidas rivais continuaram a gozação com o clube, principalmente com a canção adaptada “O Palmeiras não tem Mundial”, que já foi cantada por diferentes jogadores, sejam do SPFC, Flamengo ou Corinthians. Apesar dos palmeirenses alegarem que venceram o Mundial de 1951, torneio que era chamado de Copa Rio, os rivais não aceitam muito bem a ideia. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O argumento dos rivais foi reforçado pelo próprio texto no site da FIFA, que em 2022, dizia que a competição era um “campeonato mundial”, que foi “sonhado e discutido” por nomes como Jules Rimet, Ottorino Barassi e Stanley Rous.

Gianni Infantino brincou com Mundial do Palmeiras

Ainda em 2019, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, esteve no Brasil para a tomada de posse do então presidente da CBF, Rogério Caboclo. No evento, ele foi questionado sobre a conquista da Copa Rio de 1951, e se de fato era considerada um Mundial. O mandatário foi irônico, e causou polêmica com sua resposta. 

“Vamos conversar de futebol, isso é o mais importante. O título mundial do Palmeiras… para os milagres, tem que perguntar para outro, não para mim. Não está como tema. Temos que falar do futuro mais que do passado”, disse Infantino.