Palmeiras age de fininho para tirar Gabigol do Flamengo sem pagar nada

Um dos assunto mais comentados pela imprensa esportiva nos últimos tempos é sobre a situação contratual de Gabigol. O atacante tem vínculo com o Flamengo até o final deste ano, e ainda não chegou a um acordo por uma renovação.

Desta forma, ele estaria livre para assinar um pré-contrato a partir do meio do ano, se despedindo da Gávea ao final da temporada a custo zero. Uma das equipes que demonstrou interesse concreto foi o Corinthians, através do presidente Augusto Mello, que concedeu uma entrevista ao programa “Arena SBT” há pouco mais de um mês.

“Nós nunca prometemos nenhum grande jogador, sempre prometemos um time competitivo, muito forte. O Gabigol nos foi oferecido, eu não fui atrás do Gabigol. Eu sempre deixei claro que o Gabigol tem a nossa cara, tem nossas características, é um grande jogador, por onde passou foi artilheiro. Chegamos a acertar tudo, ficamos até um tempo esperando por isso. Estava praticamente tudo certo. Ficamos um tempo esperando e chega uma hora que pera aí eu vou desistir, não dá”, comentou.

Apesar do desejo corintiano, o centroavante e ídolo do Flamengo pode acabar do outro lado da cidade. Isso porque segundo informações divulgadas pelo jornalista Jorge Nicola, durante participação no programa “Os Donos da Bola” nesta terça-feira (19), o Palmeiras também é um candidato a contratar os serviços do atleta.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O Palmeiras não vai admitir de forma pública, até porque Palmeiras e Flamengo se tornaram rivais e isso pode gerar atrito. O Palmeiras monitora a situação do Gabigol, pensando em contratá-lo para janeiro de 2025 de graça. O Gabigol não fica no Flamengo, isso é certo”, garantiu Jorge Nicola.

Gabigol vem perdendo espaço no Flamengo

Um dos grandes entraves nas negociações de Gabigol com o Flamengo é o aspecto financeiro. O atleta estaria pedindo um valor acima do que o Rubro-Negro está disposto a pagar. Dito isso, ele também vem perdendo espaço sob o comando do técnico Tite, que tem a preferência por Pedro.