Oscar volta a virar assunto e retorno ao Brasil fica mais próximo

Grande sonho do Flamengo durante a última temporada, o meia Oscar voltou a ser pauta dentro do clube. Revelado pelo São Paulo e atualmente defendendo o Shanghai Port, da China, o jogador está novamente no radar do Rubro-Negro segundo o jornalista Julio Miguel Neto. O negócio, no entanto, não é nada simples.

Tudo porque Oscar tem um dos maiores salários do futebol mundial e recebe incríveis R$ 10 milhões por mês, valor totalmente fora da realidade não só do Flamengo como de todos os clubes da América do Sul. Ídolo na China, Oscar tem contrato válido até dezembro de 2024 e o Shanghai Port tem planos para o jogador tornar-se dirigente no futuro.

Mesmo assim, o Flamengo tem a esperança de contar com o atleta mesmo que por um período de empréstimo. No ano passado, alegando problemas particulares, Oscar chegou a se despedir do clube chinês e pareceu encaminhar um acordo com o Flamengo. A novela, porém, acabou com Oscar retornando ao país asiático.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Na atual temporada, o meia criado em Cotia participou de todos os 12 jogos do Shanghai Port e anotou três gols, além de distribuir cinco assistências para os seus companheiros. Aos 31 anos, Oscar está na China desde a temporada de 2017.

Oscar saiu do São Paulo após imbróglio judicial

Uma das grandes revelações do São Paulo neste século, Oscar jamais vestiu a camisa do clube em uma partida profissional e saiu do Tricolor pela porta dos fundos. Aos 18 anos, o meia entrou na justiça alegando que membros da diretoria o coagiram a assinar um contrato de cinco anos quando ainda tinha 16 anos de idade, algo proibido pela FIFA.

Vencedor em primeira instância, o jogador deixou o São Paulo em dezembro de 2009 e fechou com o Internacional no ano seguinte. Mas o imbróglio permaneceu até 2012, quando Inter e São Paulo entraram em um acordo por Oscar no valor de R$ 15 milhões. Ele ainda passaria pelo Chelsea antes de chegar no Shanghai SIPG.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.