Oficial (10/02): Destino de Diego Souza é confirmado e surpreende muita gente

Um grande nome da história do futebol brasileiro e ex-jogador do São Paulo, confirmou o fim da linha na carreira. Muitos torcedores foram pegos de surpresa com a informação no começo da tarde deste sábado (10).

Diego Souza anunciou sua decisão de se aposentar, encerrando assim uma carreira de duas décadas, marcada por passagens por diversos clubes do futebol brasileiro. Ele é o recordista entre aqueles que vestiram a camisa dos clubes mais tradicionais do Brasil. Agora, assumindo o papel de torcedor, ele estará presente entre Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre.

Foi no Sport que Diego Souza vivenciou seus últimos momentos como jogador profissional. Ele defendeu o clube em 11 partidas durante a última temporada da Série B, marcando um gol antes de decidir pendurar as chuteiras. Sua decisão amadureceu durante as férias e foi anunciada em uma entrevista ao ge.

Passagem de Diego Souza pelo São Paulo

Diego Souza teve uma breve passagem pelo São Paulo, que durou pouco mais de 14 meses e foi marcada por altos e baixos. Comprado do Sport no início de 2018 por R$ 10 milhões, o atacante enfrentou críticas da torcida, reviveu um pesadelo contra o Corinthians e deixou o Tricolor sem deixar saudade.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Com apresentações aquém do esperado, o jogador não justificou o alto investimento, perdendo assim seu lugar no time titular com o então técnico Dorival Júnior.

A situação se agravou quando ele voltou a ser derrotado pelo corintiano Cássio, seu algoz nas oitavas de final da Copa Libertadores de 2012. Durante a disputa por pênaltis das semifinais do Campeonato Paulista de 2019, o atacante teve sua cobrança defendida pelo goleiro, que se tornou o herói da classificação do arquirrival tricolor.

Diego, formado nas fileiras do Fluminense, teve passagens por uma variedade de clubes, incluindo Benfica, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Atlético-MG, Vasco, Al Ittihad, Cruzeiro, Metalist, Sport e Botafogo. Desde sua estreia aos 18 anos, vestindo a camisa tricolor, até sua despedida, acumulou 943 jogos e 275 gols. Essa trajetória também o levou a representar a Seleção Brasileira em sete partidas, com dois gols marcados.