Nova profissão de Belletti após deixar o São Paulo é de se assustar 

Contratado no final do ano passado para substituir Alex no comando do sub-20 do São Paulo, a carreira de Juliano Belletti como treinador não foi como ele esperava no Tricolor. Acabou saindo do cargo no início do ano após maus resultados. Comandou Cotia por 28 partidas, acumulando 17 vitórias, quatro empates e sete derrotas, Entretanto, não alcançou nenhuma final, consequentemente, não venceu nenhum título.

Entretanto, se engana quem pensa que o ex-lateral-direito iria largar o futebol após experiência frustrada em Cotia. O mesmo, que também já trabalhou como comentarista nos canais SporTV, retornou à Catalunha.

Além de ser dono de uma escolinha de futebol, Juliano Belletti voltou ao Barcelona para ser assistente técnico das talentosas categorias de base do clube, que já revelou inúmeros craques para o futebol mundial, tais como Lionel Messi, Xavi, Iniesta, Sergio Busquets, Fàbregas, entre muitos outros.

Vale destacar que depois de ser revelado pela base do Cruzeiro, Belletti foi contratado pelo São Paulo em 1996. Disputou 207 jogos, até 2002, que o credenciaram a disputar a Copa do Mundo do mesmo ano, na qual foi pentacampeão junto à Seleção Brasileira.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Jogou dois anos no Villarreal (2002 a 2004), da Espanha, até chamar a atenção do gigante Barcelona. Em 102 jogos pelo clube catalao, marcou um gol, justamente o mais importante de sua carreira. 

Na final da Liga dos Campeões contra o Arsenal, da Inglaterra, Belletti entrou na segunda etapa e marcou o gol do desempate da partida, dando o título ao Barça, entrando na história do clube. Até por isso, o clube abriu as portas para que ele voltasse à Catalunha para trabalhar em sua base.