Mourinho age nos bastidores e pode acabar colocando Dorival na Seleção Brasileira

Especulado como o próximo técnico da Seleção Brasileira, o italiano Carlo Ancelotti ainda tem seu futuro indefinido. Com contrato até o meio do ano com o Real Madrid, a CBF afirma ter um acordo com o treinador para assumir a partir da Copa América. Contudo, nada foi confirmado, e existe a real possibilidade dele ficar no clube espanhol.

Quem é contrário à ideia de deixar o Real para assumir a Amarelinha é o portiguês José Mourinho. O atual treinador da Roma disse, em entrevista ao canal RAI1, da Itália, que Ancelotti deveria permanecer no clube, já que “só um louco sai do Madrid quando o Madrid o quer”.

“Brasil? Só um louco sai do Madrid quando Madrid o quer. E esse fui eu. O único. Depois de três anos, o presidente e José Sánchez (diretor do Real Madrid) queriam tanto, tanto, tanto que eu permanecesse… mas fui eu quem decidi. Um louco. Tenho certeza que com o menor gesto de Florentino, Carlo vai ficar. Ele é perfeito para o Madrid, e o Madrid é perfeito para ele”, comentou Mourinho.

A imprensa espanhola afirmou que o Real Madrid deve oferecer uma oferta de renovação de contrato para Ancelotti, dependendo, claro, do desempenho nos próximos meses. Para Mourinho, Carlo é o “treinador perfeito para o Madrid”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Quando você tem um super treinador, por que vai procurar outro? Conhecendo Florentino, e eu o conheço muito bem, ele é um homem superinteligente e se você lê a imprensa fica muito claro. Eu, como torcedor do Real Madrid, de coração branco e como ‘Ancelottista’, espero que a temporada seja fantástica e que Carlo esteja lá na próxima, porque ele é o treinador perfeito para o Madrid”, finalizou o português.

Permanência de Ancelotti pode abrir caminho de Dorival na Seleção

Caso Ancelotti de fato fique no Real Madrid e frustre as expectativas da Seleção Brasileira, a CBF terá que partir para um plano B. Sem um treinador oficializado desde a saída de Tite, a entidade deve recorrer a alguns nomes do Brasileirão.

Os mais cotados são Abel Ferreira, do Palmeiras, e também o de Dorival Júnior, do São Paulo. O técnico do Tricolor esteve muito ligado a Seleção ainda no começo do ano. Contudo, a CBF optou por contratar Fernando Diniz como interino.