Miranda revela porque virou reserva do Tricolor e lamenta situação

0

Eleito craque do jogo na vitória do Tricolor sobre o America Mineiro nesse domingo, pela 11° rodada do Brasileirão, o experiente zagueiro Miranda comentou o porque se tornou reserva, lamentando a situação.

Aos 37 anos, Miranda chegou ano passado ao São Paulo sendo rapidamente titular e peça chave do time. No entanto, desde o início do ano vem sendo última opção do técnico Rogério Ceni, que opta por uma zaga mais veloz, geralmente composta por Diego Costa e Arboleda.

Com a convocação de Arboleda para a seleção do Equador, Miranda voltou a ter espaço nos últimos 3 jogos, evoluindo a cada partida e enfim atingindo o ápice contra o America.

O zagueiro foi responsável por frear o ataque do América Mineiro, colocando no bolso o ex-são paulino Aloísio Boi Bandido.

Na saída de campo, Miranda revelou o porque se tornou reserva, relembrando trágica partida onde atuou mal diante do Bragantino, no Paulistão.

“Eu tive um jogo só infeliz, aquele contra o Red Bull (no Paulista) e paguei um preço muito alto. Procuro trabalhar em silêncio, no dia a dia ganhar minha posição. Felizmente estou conseguindo demonstrar dentro de campo as minhas qualidades”, destacou Miranda.

Miranda se diz incomodado na reserva do Tricolor

Com status de reserva, Miranda se disse incomodado com a situação, no entanto, que entende e sabe esperar.

“Sinto-me incomodado de não estar jogando. Mas é futebol, a gente sabe esperar, e a partir do momento que não está jogando, tem que trabalhar mais forte. Isso estou fazendo para mostrar meu valor”, declarou o zagueiro.

Com a lesão de Diego Costa, o experiente zagueiro deve voltar a ser titular diante do Botafogo, na quinta feira (16), pela 12° rodada do Brasileirão.

Arboleda também retorna para a equipe, fechando assim o possível trio de zaga ainda com Léo.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino e siga o melhor site sobre o Tricolor no Instagram.

- Publicidade -