Ministério Público na cola de cria do São Paulo por bater em gandula

Recentemente, o Ministério Público de Portugal iniciou uma acusação contra o jogador Matheus Reis, cria da base do São Paulo mas que atualmente brilha no Sporting. Tudo isso se deu por conta de uma agressão do atleta.

O caso ocorreu em 20 de agosto de 2022, em uma partida do Campeonato Portugêus diante do Porto, fora de casa. Na ocasião, o brasileiro agrediu o gandula da partida, que na época, tinha 13 anos de idade. Ele foi acusado por ofensa à integridade física,

De acordo com informações divulgadas pelo Porto Canal, as autoridades portuguesas disseram que a ação de Matheus Reis foi  “livre, voluntária e consciente”. Ou seja, ele sabia o que estava fazendo naquele momento e fez por outra irritação durante a partida.

Junto a isso, ele agiu “com o propósito concretizado de ofender a integridade física do mencionado apanha-bolas [gandula], quando o ofendido pousou no chão uma bola que ia entregar ao arguido”.

Isso ocorreu quando, em um determinado momento do  jogo, Matheus tentou cobrar o lateral de forma rápida, e acabou empurrando o garoto de 13 anos. Ele chegou a tomar uma advertência do árbitro Nuno Almeida, mas só agora que o caso foi se desdobrando junto ao  Ministério Público.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Segundo o MP português, Matheus Reis golpeou e acertou o gandula “propositadamente com a sua cabeça e antebraço esquerdo contra o tronco do corpo”, comportamento que é “proibido e punido por lei”.

Agora, as autoridades irão analisar ainda mais a situação ocorrida há quase dois anos para tomar alguma decisão contra o brasileiro formado em Cotia. Ele poderá ser punido, variando dsde uma multa até alguns jogos de suspensão.