Milton Neves revela ter sofrido golpe de quase R$ 20 milhões

Com 72 anos de idade, sendo que 60 deles foram dentro do jornalismo esportivo, Milton Neves se tornou um ícone no futebol brasileiro. Nascido na cidade de Muzambinho, em Minas Gerais, ele ganhou o coração dos brasileiros através da mídia. 

Passou por diversos locais ao longo de sua carreira, como a  Rádio Jovem Pan, o Grupo Bandeirantes e a TV Record. Mesmo sabendo muito do assunto, ele deu uma entrevista recente ao Globo Esporte afirmando que não deve voltar a trabalhar com o futebol por enquanto. Isso porque ele pediu demissão da Band em janeiro deste ano, além de estar passando por problemas pessoais por conta da morte de sua esposa, Lenice Neves, em 2020.

“Tanta gente boa que me deu força, estou com uma depressão, psicologicamente estou muito abatido, mas já diminuiu um pouco. Mas eu não estou bem, não. Eu não vou estar bem até morrer.Foi uma surpresa. Eu vou falar uma coisa séria para você, a vida louca que eu tinha, eu que tinha que ter tido essa porcaria [câncer no peritônio], não ela com a vida regrada, nadava, uma mãe espetacular. Concebeu os meus três filhos, alimentou, orientou, educou, trabalhou, tudo ela fez por eles, sendo que eu só trabalhava. E eu me arrependo porque ficava pouco com ela”, revelou.

Milton Neves também disse que recebeu um golpe milionário. No caso, um ex-funcionário desviou dinheiro de suas contas,e segundo o jornalista, o montante supera os R$ 17 milhões.

“A maior desgraça que apareceu na minha vida como empresário. Um sujeito inteligente, mas ele incorporou que era eu, tanto é que levou vários amigos para o Essex House [hotel] em Nova York, porque hoje eu tenho dois apartamentos lá. Mas antigamente não tinha nada, a primeira vez que eu fui para Nova York fiquei no Essex House, na cara do Central Park, fundo do Central Park. E ele resolveu ir. Tudo que aconteceu comigo ele queria ter também. Uma obsessão. E ele controlava o dinheiro, era muito dinheiro. Ele precisa ter esse puxão de orelha, porque me roubou demais”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Milton Neves processou o funcionário

A indicação do profissional passou por uma das primas de Milton Neves. Após tomar o golpe, entrou com uma ação na Justiça contra o empresário, que pode acabar sendo condenado a uma pena entre dois a seis anos de cadeia, segundo o Globo Esporte.

“Foi a maior burrada que eu fiz na minha vida. É incalculável [o valor perdido], porque ele roubava todo dia e ele tinha minhas senhas todas, porque ele era o ‘bãozão’. Tinha muito dinheiro nesse banco, então obedeciam a ele. Mas o ladrão, desesperado, o negócio dele, ele chegava lá ‘onde eu vou roubar hoje’, uma coisa assim na cabeça dele, imagina. Roubou muito”, concluiu Milton.