Messi e Suárez brigam no vestiário nos Estados Unidos

Nesta quarta-feira (3), o Inter Miami entrou em campo e perdeu por 2 a 1 para o Monterrey, do México, pela partida de ida das quartas de final da Copa dos Campeões da Concacaf. O astro Lionel Messi não jogou, mas fez questão de ir aos vestiários para tirar satisfação com o árbitro Walter Lopez, junto a Luis Suárez, Jordi Alba e o técnico Gerardo Martino.

A situação foi divulgada pelo jornalista Fernando Schwartz, da Fox Sports do México. Os jogadores do time dos Estados Unidos, irritados, foram ao vestiário dos árbitros para reclamarem da atuação do mesmo durante os 90 minutos.

Posteriormente, ambos tentaram intimidar o técnico do Monterrey, Fernando Ortiz, após o mesmo ter insinuado durante a semana que o juíz iria apitar a favor de Messi e companhia.  “Tudo o que envolve Messi pode levar a decisões desportivas e não desportivas”, disse.

Além disso, Messi teria discutido com o zagueiro Nicolás Sánchez, do Monterrey. Uma das decisões controversas do duelo foi a expulsão do defensor Davd Ruiz, do Inter Miami, aos 20 minutos da segunda etapa, quando placar 1 a 0 a favor do time da Flórida. A virada dos mexicanos aconteceu logo depois do cartão vermelho, com o último gol pouco antes dos 45 minutos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Como esperado, o Monterrey entrou em contato com a Concacaf para reportar o incidente, e fazer questão que tudo tenha sido escrito na súmula da arbitragem. Ambos os times voltam a se enfrentar na próxima quarta (10), com mando de campo do Monterrey, do México.

Aproveitamento do Inter Miami cai sem Messi

O aproveitamento do Inter Miami sem Messi é algo a ficar de olho. Desde julho de 2023, o time venceu somente duas das 12 partidas sem o argentino. Com o camisa 10 em campo, o número salta de 11 vitórias em 19 jogos.