Melhor notícia do São Paulo em fevereiro chegou no primeiro dia

Se os últimos momentos do mês de janeiro trouxem aflição ao torcedor do São Paulo com o possível interesse do River Plate na contratação do artilheiro Jonathan Calleri, as primeiras horas de fevereiro trataram de acalmar os corações são-paulinos. Isto porque, de acordo com o jornalista Marcelo Braga, a hipótese é irreal.

Além de não cogitar deixar o Tricolor num futuro próximo, Calleri já afirmou, mais de uma vez, que não defenderia o clube argentino para pessoas de seu círculo pessoal. Tudo graças a sua identificação com o Boca Juniors, equipe que defendeu na temporada de 2015, anotando incríveis 23 gols em 59 partidas disputadas.

Além de se tornar “queridinho” pela torcida xeneize, Calleri foi criado em uma família com inúmeros torcedores do Boca Juniors. Grande parte dos seus melhores amigos também torcem pro clube de La Bombonera. Por estas razões, defender a camisa do maior rival é algo que não passa de pura alucinação para Calleri.

Cria das divisões de base do modesto All Boys, Calleri chegou ao São Paulo justamente após brilhar pelo Boca. Atuando no Tricolor no primeiro semestre de 2016, o argentino acumulou 16 gols em 31 partidas e se transferiu para o futebol europeu. Após rodar por Inglaterra e Espanha, retornaria ao Morumbi em 2021.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Calleri está em seleta lista do São Paulo no século

Chegando aos 63 gols anotados pelo São Paulo, Calleri permanece na luta para alcançar um posto entre os três maiores artilheiros do clube neste século. Após ultrapassar o ex-atacante Dagoberto, dono de 61 gols em 184 jogos, o atual camisa 9 são-paulino está há apenas seis gols de alcançar o ídolo França.

O problema é que Luciano, seu companheiro de ataque, também está na corrida e é o quarto colocado da lista com 68 tentos. No topo do ranking estão outros dois ídolos da torcida: Luís Fabiano, com 212, e Rogério Ceni, este com 112. A lista ainda conta com Hernanes, Borges, Kaká e Alexandre Pato no Top 10 artilheiros no Século XXI.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.