Melancias não se ajeitam e Rogério Ceni pode ser rebaixado pela 1ª vez

Demitido pelo São Paulo em abril deste ano, após uma precoce eliminação dentro do Campeonato Paulista e inúmeras polêmicas envolvendo brigas com jogadores, o técnico Rogério Ceni permaneceu livre no mercado até o início deste mês quanto topou assumir o posto deixado pelo português Renato Paiva no Bahia.

Agora vestindo as cores de um outro Tricolor, Ceni tem uma missão e tanto em seu segundo trabalho no futebol nordestino: escapar do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Estreando com uma boa vitória por 4 a 2 sobre o Coritiba fora de casa, ele não teve a mesma sorte na última rodada e foi derrotado pelo Santos.

Além do revés no confronto direto, Rogério e Bahia viram o crescimento repentino do Vasco, que acumula três vitórias e um empate nas últimas cinco rodadas. Com novo ânimo, o Cruz-Maltino deu um grande pulo na tabela e saiu do temido Z4. Empurrando justamente o Bahia para o seu antigo lugar entre os quatro últimos.

Com 25 pontos conquistados até aqui, o clube baiano ocupa a 17ª colocação e é a equipe que abre a zona de rebaixamento. Neste sábado, o Bahia abre a 25ª rodada contra um velho conhecido de Ceni: o Flamengo. As equipes se enfrentam no Maracanã às 16 horas (de Brasília).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Confira as atuais probabilidades de rebaixamento

  • Coritiba – 96,3%
  • América-MG – 94,5%
  • Santos – 54,9%
  • Bahia – 42,1%
  • Goiás – 31,0%
  • Vasco da Gama – 23,3%
  • São Paulo – 16,2%
  • Internacional – 12,7%
  • Cuiabá – 11,2%
  • Cruzeiro – 11,1%
  • Corinthians – 6,6%

Dados: Faculdade de Matemática da UFMG.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.