Marquinhos revelou briga tensa entre Neymar e Dorival Júnior

LUSAIL CITY, QATAR - NOVEMBER 24: Neymar of Brazil looks on during the FIFA World Cup Qatar 2022 Group G match between Brazil and Serbia at Lusail Stadium on November 24, 2022 in Lusail City, Qatar. (Photo by Francois Nel/Getty Images)

Depois de levar o São Paulo ao inédito e sonhado título da Copa do Brasil de 2023, o técnico Dorival Jr., de 61 anos, foi o escolhido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para comandar a Seleção Brasileira no ciclo até a Copa do Mundo de 2026. Curiosamente, ele encontrará um “desafeto” na Canarinho: Neymar.

Embora já tenham feito as pazes e colocado a polêmica em pratos limpos, Dorival e Neymar já bateram de frente quando trabalhavam juntos no Santos em 2010. Na ocasião, o treinador não deixou o então camisa 11 do Peixe bater um pênalti, o que causou discussão entre os dois ainda em campo e levaria a demissão de Dorival.

Mesmo passados 14 anos, o episódio ainda é tema de entrevistas em torno dos personagens presentes na Vila Belmiro durante a confusão. É o caso do ex-meia Marquinhos, que na época defendia as cores do Santos. Em bate-papo com o canal Desimpedidos, no YouTube, ele revelou que Neymar se revoltou e “estava fora de si”.

“Acabou o jogo, ele correu para o vestiário, o Dorival foi e tem outra treta. Ele pega um copo de Gatorade e joga na cara do auxiliar, ninguém sabe disso, estou falando pela primeira vez. O auxiliar era o Ivan Izzo e aí ele foi para dentro dele (Neymar), chegou o Arouca e disse ‘para, para, para'”, disse Marquinhos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em entrevista recente para o UOL Esporte, Neymar lamentou o episódio: “Acho que foi um momento em que eu explodi de uma forma errada, mesmo querendo ajudar a equipe. Se eu pudesse voltar atrás, se fosse em slow motion, acho que eu raciocinaria diferente”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.