Mãe de Daniel Alves pode passar a ser investigada após se manifestar

Dono de intensa e polêmica passagem pelo São Paulo entre 2019 e 2021, o lateral-direito Daniel Alves tornou-se “persona non grata” dentro do Morumbi após se recusar a retornar ao clube após os Jogos Olímpicos de Tóquio. Cobrando salários atrasados, o jogador optou por rescindir seu contrato com o Tricolor na época.

Longe do São Paulo, o brasileiro viu sua carreira decair com os anos com passagens apagadas por Barcelona e Pumas, do México. Para piorar, Daniel Alves saira das páginas esportivas para as policiais em janeiro do último ano ao ser acusado de agressão sexual a uma jovem de 23 anos em uma boate de Barcelona, na Espanha.

Prestes a completar um ano de prisão no Centro Penitenciário de Brians II, o ex-São Paulo pode ver um outro membro de sua família responder na Justiça. Segundo o site Antagonista, a União Brasileira de Mulheres (UBM) solicitou ao Ministério Público Federal (MPF) a abertura de uma investigação criminal contra a sua mãe.

Mae Daniel Alves
Lúcia Alves após reunião com os advogados do jogador em Barcelona. Imagem: Reprodução/La Vanguardia.

Tudo graças a ação de Maria Lúcia Alves nas redes sociais nos últimos dias. De acordo com a entidade, Dona Lúcia teria cometido o crime de violência psicológica contra a mulher, conforme previsto no artigo 147-B do Código Penal Brasileiro. Segundo informações do Balanço Geral, ela teria exposto o nome e a foto da suposta vítima.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.