Luto no futebol: falece a mãe de Romário

Dia triste para o futebol brasileiro. Manuela Ladislau Faria, apelidada de Lita e mãe do ex-atacante Romário, faleceu nesta quinta-feira (04) aos 86 anos de idade. Conhecida pelo carisma ímpar, Dona Lita ficou famosa por quebrar garrafas para comemorar os gols do filho durante a Copa do Mundo de 1994, vencida pelo Brasil.

E foram muitas garrafas quebradas. No Mundial dos Estados Unidos, Romário foi o grande nome da conquista do tetracampeonato ao anotar gols contra Rússia, Camarões, Suécia (2) e Holanda. Somente o búlgaro Hristo Stoichkov e o russo Oleg Salenko balançaram as redes adversárias mais do que o astro brasileiro.

Atualmente na presidência do tradicional América-RJ, o Baixinho lamentou a morte da mãe através de seu perfil oficial no Instagram: “Com infinita tristeza e já com uma saudade imensa, me despeço fisicamente do meu grande amor, a minha rainha, a mulher que me deu a vida e me guiou pelo caminho da honestidade”.

Romário ainda completou: “Todos que me acompanham, conhecem a minha mãe porque ela sempre esteve comigo. Era ela que se emocionava, me emocionava e emocionava o Brasil quebrando garrafas a cada gol meu na Copa de 94. Hoje, perdi a minha mãe, mas também perdi a minha melhor amiga e torcedora”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Também através das redes sociais, o América -RJ decretou três dias de luto através do vice-presidente Sergio Mattos: “Desejamos muito conforto e força para toda família, nesse momento tão grande de dor”. O clube tem se preparado para a disputa da Série A2 do Campeonato Carioca, que começará no próximo mês.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.