Luto: falece ex-lateral do São Paulo

Morreu nesta terça-feira (27), aos 80 anos de idade, o ex-lateral Osvaldo Cunha, que foi conhecido pela sua ótima passagem pelo Guarani, São Paulo e também pelo Corinthians. O ex-jogador faleceu na cidade de Pedreira, no interior paulista, no Hospital Humberto Paiva. Por hora, a causa da morte não foi confirmada. 

“O Santa Sofia externa o seu mais profundo pesar pelo falecimento do grande amigo, sócio mais ilustre e excepcional atleta Osvaldo Cunha. Neste momento de imensa dor, o clube se solidariza e envia condolências à família, aos amigos, assim como a toda comunidade do futebol brasileiro”, escreveu a primeira equipe a qual Osvaldo defendeu na carreira. 

Ele foi revelado pelo Santa Sofia, clube tradicional de sua cidade natal. Ainda muito novo, chamou a atenção e integrou a base do Guarani, não demorando muito tempo para se estabelecer no time como um dos melhores jogadores. Por sinal, ele fez parte da lendária equipe que aplicou uma goleada histórica de 5 a 1 em cima do Santos de Pelé.

As boas atuações pelo Bugre aumentaram o interesse do São Paulo, que o contratou em 1965 após pedido do técnico Armando Renganeschi. Novamente, foi um dos melhores laterais do solo brasileiro. De 1967 a 1970, acabou defendendo as cores do Corinthians. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No ano seguinte, Osvaldo Cunha foi contratado pelo Guarani novamente, mas a segunda passagem não durou muito. Foi jogar no América-MG por pouco tempo e encerrou sua carreira.

Depois de anunciar a aposentadoria dos gramados, Osvaldo Cunha voltou a morar em Pedreira, sua cidade natal. Ele possuía comércios no local e era muito querido e conhecido por todos os moradores. Chegou a receber uma homenagem de uma escola de samba local do interior de Campinas.