Luciano não quer saber e manda recado pra torcida do Corinthians

Nesta terça-feira (30), o São Paulo foi ao Neo Química Arena e venceu o Corinthians por 2 a 1, quebrando o incômodo tabu de jamais ter vendido no estádio, inaugurado em 2014. Os gols foram marcados por Calleri e Luiz Gustavo, enquanto Arthur Sousa descontou para o rival.

O Tricolor comemorou muito a quebra da marca negativa através de suas redes sociais. Por sinal, o clube divulgou um vídeo do atacante Luciano saindo para os vestiários, no qual ele está sendo hostilizado pelos rivais. Imediatamente, o camisa 10 são-paulino manda um beijo aos mesmos em tom de provocação.

Ele tem uma relação conturbada com o clube rival, já que também esteve do outro lado no passado. Ainda no ano passado, durante a semifinal da Copa do Brasil, ele virou polêmica após comemorar o gol chutando a bandeirinha com o escudo do rival. Nesta terça, após ser atingido por objetos e até cuspes, ele fez um sinal de silêncio para os torcedores corintianos.

Luciano disse que tomaria outro cartão caso fizesse gol

Antes do clássico, os torcedores são-paulinos foram às redes sociais para brincar com Luciano e sobre a quebra do tabu. Muitos disseram que o cartão estaria liberado caso fizesse um gol e comemorasse chutando a bandeirinha novamente. Questionado sobre isso, ele admitiu que de fato iria repeti-la.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Queria, queria. Sorte deles (Corinthians) que eu escorreguei quando dominei a bola dentro da área, mas está tranquilo”, brincou o camisa 10 após a partida. Ele não marcou gol ou deu assistência, mas provocou a expulsão do zagueiro Caetano, que o acertou no rosto sem bola.