Luciano lidera estatística ruim no São Paulo

O atacante Luciano se tornou um xodó e ídolo da torcida desde que foi contratado pelo São Paulo, ainda em 2020. Praticamente quatro anos depois, o jogador continua sendo uma peça fundamental da equipe. Apesar dos gols, também contribuiu para um aspecto negativo.

O camisa 10 é o artilheiro do Tricolor na temporada, com 11 gols. Apesar disso, também lidera entre os atletas que receberam cartões, com 10. Por sinal, ele está suspenso e não enfrentará o Athletico-PR nesta quarta-feira (3), em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro.

O grande problema é que dos 10 cartões que recebeu na temporada, metade deles foram por algum ato de indisciplina, ou seja, reclamação. Todos os últimos quatro amarelos (todos pelo Campeonato Brasileiro) foram por esta causa. 

Levou cartão amarelo por discussão contra Fluminense, Corinthians e Talleres (Libertadores) e por reclamação com a arbitragem contra Criciúma e Bahia. Nos outros cinco duelos (Santo André, Palmeiras, Cobresal, Fortaleza e Flamengo) foi punido por faltas.

“Esse ano, se não me engano, eu tomei dois cartões só, né? E não foi nem por reclamação, foi porque eu fiz falta. Uma falta eu acho que não foi, e aí o juiz me deu amarelo. Mas eu estou tentando melhorar”, disse Luciano, em entrevista ao Esporte Espetacular, em março.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Luciano foi suspenso na Copa do Brasil contra o Corinthians

Ainda no ano passado, o camisa 10 marcou um gol na derrota por 2 a 1 para o Corinthians, na Neo Química Arena, pela partida de ida da semifinal da Copa do Brasil. Acabou comemorando dando um chute na bandeirinha de escanteio, ato que foi considerado provocativo pela arbitragem. Levou um amarelo e foi suspenso para a volta, vencida pelo SPFC por 2 a 0, no Morumbi.

“No ano passado, perdi a semifinal contra o Corinthians e depois chegou o Lucas jogando muito. O Dorival encontrou o time e não joguei as finais de titular. A gente tem que começar a rever umas coisas, né? E pra esse ano eu comecei a rever isso e estou melhor”, comentou.