Lucas Moura se prepara pra parar por um bom tempo com nova lesão muscular

Lucas Moura fez sua primeira partida na Libertadores da América pelo São Paulo nesta quinta-feira (4), diante do Talleres, na Argentina. O camisa 7 saiu lesionado aos 28 minutos do primeiro tempo, e para piorar, a equipe comandada pelo técnico Thiago Carpini foi derrotada por 2 a 1.

Lucas sentiu dores na parte posterior da coxa esquerda e não teve mais condições de jogo. É a terceira lesão no mesmo local desde que anunciou sua volta ao MorumBis, em agosto do ano passado.  Ele deve desfalcar o Tricolor por algumas partidas até se recuperar 100%.

O jogador não atuou em 15 de 42 duelos do São Paulo neste recorte de campo. Protagonista na semifinal da Copa do Brasil do ano passado, torneio que o Tricolor venceu posteriormente, sequer esteve em campo na Supercopa Rei. Na segunda ocasião, o SPFC também saiu vencedor, desta vez nos pênaltis, contra o Palmeiras.

A primeira lesão de Lucas foi um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda durante a goleada por 5 a 0 contra o Palmeiras, no Allianz Parque. Ficou ausente de cinco duelos do time. Machucou o tornozelo contra o Atlético-MG no Mineirão, pela penúltima rodada do Brasileirão, e não atuou na última partida da temporada diante do Flamengo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Lucas fala de lesão na Argentina

Na vitória contra o Santo André, pela estreia do Campeonato Paulista, Lucas também sentiu dores na mesma coxa. Ficou fora das duas partidas seguintes. Retornou contra o Corinthians, mas foi substituído no intervalo. Ficou mais cinco partidas sem jogar. Esteve em campo contra o Guarani e foi titular nos últimos quatro jogos até a eliminação no Estadual. Agora, uma nova lesão atrapalha o andamento da temporada do Tricolor do MoruMBis.

“É muito cedo para falar, preciso fazer os exames, mas infelizmente, pelo o que eu senti, foi algo parecido com o que tive contra o Palmeiras no ano passado. Fui desacelerar e senti embolar o posterior da coxa. Naquela ocasião, fiquei acho que três semanas (em recuperação). Mas, enfim, vamos esperar os exames. São coisas do futebol, que não controlamos. Vamos vencer mais esse obstáculo”, disse Lucas após a partida contra o Talleres.