Lateral que está vindo para o São Paulo vai deixar dois aeroportos lotados

Mesmo antes da eliminação no Campeonato Paulista, o São Paulo já estava analisando o mercado de transferências. O Tricolor busca  a contratação de um lateral-esquerdo, já que um reforço na posição se tornou uma das principais prioridades da diretoria e da comissão técnica.

Atualmente, Welington é o titular absoluto e Patryck Lanza é seu reserva imediato. Contudo, o primeiro só tem contrato com o clube até o final deste ano, e as negociações não estão avançando. Ele pode assinar um pré-acordo a partir do meio do ano, se despedindo do MorumBis a custo zero em janeiro.

Segundo informações divulgadas pelo jornalista Alexandre Zanquetta, do Blog do São Paulo, o clube paulista mira em dois atletas experientes para substituir Welington: Alex Sandro e Ismaily.

O primeiro deles se tornou um ídolo recente da Juventus, e foi convocado para disputar a última Copa do Mundo pela Seleção Brasileira. Possui vínculo com o clube italiano até o final de junho, ou seja, já pode assinar um pré-acordo e chegar de graça no meio do ano.

O segundo atua no Lille, da França, e também passou grande parte da carreira no futebol europeu. Defendeu clubes como o Braga, de Portugal, e o  Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Ele é são-paulino e sonha em atuar pelo clube de coração, algo que pode facilitar negociações.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Muricy pode fazer a diferença

Ainda de acordo com Alexandre Zanquetta, Muricy Ramalho, atual coordenador técnico do SPFC, pode fazer a diferença na contratação de Alex Sandro. Ambos trabalharam juntos no Santos, sendo campeões da Libertadores de 2011. Possuem uma ótima relação, e o lateral se tornou um homem de confiança do ídolo são-paulino.

Apesar disso, os valores de seu salário ainda terão que ser ajustados para a realidade financeira do São Paulo, mesma situação de Ismaily. Ambos só poderão ser contratados em julho, e até lá o Tricolor ainda monitora alguns nomes no mercado interno.