Kléber Gladiador elege jogador do São Paulo como o melhor do Brasil

Depois de se aposentar dos gramados, Kléber Gladiador optou por seguir no mundo do futebol, mas desta vez, atuando longe das quatro linhas. O ex-centroavante optou por se tornar comentarista, e já trabalhou, por exemplo, na CNN.

Atualmente, ele faz aparições em diversos programas esportivos e é membro fixo do “Papo Reto”, apresentado por Benjamin Back. A atração também conta com Silvio ALbertini, conhecido como o Véio Fanático Tricolor, e Mauriio Borges, o Mano.

Recentemente, Kléber foi chamado pelo jornalista Eduardo de Menezes, da ESPN, para participar do ‘MunDu Meneses’. Durante a entrevista, foi “desafiado” a escolher entre alguns atacantes do futebol brasileiro.  

O Gladiador surpreendeu a todos e acabou elegendo Jonathan Calleri como o melhor de sua posição no Brasil, superando nomes como Borré, Pedro, Gabigol, Yuri Alberto, Diego Costa, entre outros.  Vale destacar que ele mesmo iniciou sua carreira nas categorias de base do São Paulo.

Kléber falou sobre situação vivida no Vasco

O ex-atacante jogou pelo Vasco da Gama em 2014. O clube havia cedido São Januário para algumas seleções treinarem. De improviso, o Cruzmaltino arrumou um local para realizar suas atividades, mas não tinha condições adequadas para isso, segundo Kléber.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Nosso treino era em Curicica. Era no meio da favela, só os barracos. Os caras viam os treinos do barraco, uns flamenguistas gritavam. A gente treinava ali, mas no meio da favela mesmo”, começou por dizer.A mesa para tomar café era aquelas de plástico, que o cara dobra. O cara cortava o pão em cima do leite do outro, era a maior várzea. A grama de Curicica era cheia de buraco. A gente treinava lá, treinamos algumas vezes no CFZ, do Zico, que era um pouquinho melhor. Mas banho frio, banho gelado”, comentou.