Justiça confirma exclusão do São Paulo

As eleições para presidente do São Paulo em 2015, vencidas por Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, contou também com um conselheiro até então desconhecido por boa parte dos torcedores: Newton Luiz Ferreira, mais conhecido como Newton Chapéu. Nove anos depois, o empresário voltou a ser assunto nos bastidores.

Segundo informações do jornalista Alexandre Zanquetta, do portal Blog do São Paulo, Newton Chapéu está oficialmente fora do quadro de conselheiros do Tricolor. Nos últimos dias, a Justiça de São Paulo confirmou a exclusão do dirigente, que agora não poderá mais atuar diretamente em nada dentro da instituição.

Em 2019, ano da primeira eleição de Julio Casares, Newton foi expulso do quadro de conselheiros após uma série de ações que geraram a abertura de procedimento legal do clube por conta do Estatuto interno. Indignado, ele foi até a Justiça, mas sofreu derrotas tanto na primeira instância quanto na decisão final do Tribunal.

Empresário sofreu “goleada” em eleição do São Paulo

Disputando o posto da presidência do São Paulo junto com Leco em outubro de 2015, Newton Chapéu sofreu uma sonora “goleada” na votação realizada no Conselho Deliberativo do clube. Dos 193 conselheiros que tiveram direito ao voto, 138 escolheram Leco e somente 36 optaram por Newton. Outros 19 votaram em branco.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Inicialmente, Newton sequer cogitava ser candidato a presidência e trabalhava para convencer Paulo Amaral, presidente do Tricolor entre 2000 e 2002, a se candidatar. Sem sucesso, decidiu ele mesmo se arriscar na eleição.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.