Justiça bate o martelo sobre a liberdade de Daniel Alves

Acusado de agressão física a uma jovem de 23 anos em uma boate na cidade de Barcelona em 30 de dezembro do ano passado, o lateral Daniel Alves, dono de conturbado passagem pelo São Paulo entre 2019 e 2021, completou dez meses de prisão preventiva no último dia 20. E o período tem tudo para se estender ainda mais.

Segundo informações do jornal catalão “La Vanguardia”, o brasileiro teve mais um pedido de liberdade provisória negado pela justiça em sua quarta tentativa de deixar a prisão. Mais uma vez, o Tribunal de Barcelona levou em consideração a possibilidade de fuga para recusar a solicitação realizada pela defesa de Daniel Alves.

No despacho, o Juiz de Instrução afirmou ser “necessária a medida cautelar de prisão provisória para evitar o risco de fuga”. Ainda segundo o magistrado espanhol, a proximidade do julgamento “apenas aumenta o risco de fuga acima mencionado”. Ainda sem data marcada, o julgamento ainda poderá ocorrer este ano.

Detido em janeiro, o ex-São Paulo pode pegar até dez anos de prisão. Ao menos esse é o desejo do Ministério Público da Espanha, que ainda definiu uma robusta indenização de 150 mil euros (R$ 799 mil) para a suposta vítima.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Daniel Alves perdeu “vaga” no governo brasileiro

Preso desde 20 de janeiro em Barcelona, na Espanha, o ex-lateral Daniel Alves voltou a sofrer mais uma dura derrota em sua vida pessoal. Desta vez dentro do governo brasileiro. Escolhido como um dos embaixadores do Turismo brasileiro pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o jogador foi cortado pelo governo Lula (PT).

Com o novo presidente revogando 15 indicações de seu antecessor, Daniel Alves se juntou ao também ex-jogador Ronaldinho Gaúcho na lista de nomes que foram excluídos do projeto. O novo embaixador anunciado pela Embratur foi o cantor baiano Carlinhos Brown, de 60 anos.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.