Jornalista da Band critica São Paulo mesmo após vitória

Nesta quarta-feira (10), o São Paulo venceu o Cobresal, do Chile, por 2 a 0, com mais de 49 mil pessoas no MorumBis, e respirou aliviado nesta fase de grupos da Libertadores da América. A partida não foi das mais fáceis apesar do adversário, e os gols saíram nos minutos finais, com André Silva e Jonathan Calleri.

Um dos pontos mais comentados após a partida foi em relação a permanência do técnico Thiago Carpini. Ele vem sendo bastante criticado pela torcida nas últimas semanas,ainda mais após a eliminação precoce no Campeonato Paulista e a derrota para o Talleres, na Argentina.

Por sinal, em caso de resultado negativo diante do Cobresal, ele seria demitido, segundo o jornalista André Hernan. Como venceu, acabou ficando, mas não conseguiu amenizar as críticas em cima de seu trabalho no Tricolor.

O comentarista João Pedro Sgarbi, que faz parte do programa “Jogo Aberto”, da TV Bandeirantes, não poupou críticas ao treinador do São Paulo. Ao final do primeiro tempo, ele expôs a situação ofensiva do time contra um time muito inferior tecnicamente.

“São Paulo Futebol Clube enfrentando o Cobresal, lanterna do campeonato chileno. 45 minutos, 0x0 e as principais chances do time foram em bolas lançadas na área. Sei que tem o segundo tempo e posso queimar a língua, mas esse é o SPFC do Carpini”, escreveu, no intervalo, antes de completar após o final da partida:

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O resultado engana (mais uma vez) o que foi o São Paulo do Carpini”, completou João Pedro Sgarbi.

Carpini tem o respaldo do elenco

Enquanto a torcida quer a demissão imediata de Carpini, o treinador se agarra no respaldo que possui do elenco. Os próprios atletas pediram à diretoria, ainda do jogo contra o Cobresal, para que o técnico de 39 anos ficasse no comando. Eles acreditam que o trabalho está sendo bem-feito no dia a dia apesar dos resultados.