Jorginho ainda não renovou e São Paulo pode sonhar

Visando qualificar ainda mais seu elenco para a temporada de 2024, a diretoria já se reuniu com o técnico Dorival Júnior para discutir novos reforços para a disputa da Libertadores. Claro que os mesmos devem se encaixar no orçamento previsto pelos dirigentes.

Um dos nomes mais comentados pelo torcedor do São Paulo é o do meia Jorginho, que atualmente defende o Arsenal, da Inglaterra. Por sinal, o jogador foi um dos destaques da conquista da Eurocopa com a Itália, em 2021.

Jorginho possui contrato com o clube britânico até o final de junho de 2024, ou seja, a partir de janeiro,ele poderá assinar um pré-acordo e sair de graça ao final do período. O que deixa os são-paulinos animados é que ele já afirmou, em entrevista, que torcia para o Tricolor em sua infância, e que gostaria de jogar pelo clube. Lucas também comentou que o “recrutraria” para defender o time do Morumbi em breve.

Em meio aos diferentes rumores, Jorginho vem perdendo cada vez mais espaço no Arsenal, e o técnico Mikel Arteta enxerga algumas opções à frente do ítalo-brasileiro de 31 anos de idade.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Casares nega rumores e questão financeira pode pesar

Em contato com o jornalista Jorge Nicola, o presidente do São Paulo, Julio Casares, negou os rumores de que o SPFC estaria conversando com o meio-campista. “Não há absolutamente nada em andamento com Jorginho”.

Junto a isso, o atleta recebe cerca de 6 milhões de euros (cerca de R$ 32 milhões por ano), algo completamente inviável para o clube brasileiro. Jorginho só defenderá a camisa do São Paulo caso aceite uma redução significativa de salário.