Jogou 8 anos no São Paulo, sofreu lesão feia e agora tenta volta por cima na 5ª divisão

O Campeonato Paulista da Segunda Divisão 2024, a popular Bezinha, equivalente à quinta divisão do estadual, tem apresentado inúmeras histórias ao longo da competição. Uma delas tem o São Paulo como protagonista. Tudo graças ao jovem meia João Pedro Pagé, de apenas 21 anos, e que passou quase uma década em Cotia.

Depois de passar oito anos nas divisões de base do Tricolor, Pagé hoje tenta a sorte vestindo as cores do Tanabi. Natural de Anhumas, no Oeste Paulista (a cerca de 550km da capital e 300km de Tanabi), o meia busca dar a volta por cima após sofrer uma grave lesão em 2022, fato que o afastou do time profissional do São Paulo.

“Enfrentei um período difícil de lesões. Inclusive, tive uma lesão no São Paulo em 2022 que atrapalhou muito a minha transição para o profissional. Foi o momento mais difícil da minha carreira até agora. Não é fácil lidar com esse tipo de adversidade, mas, graças a Deus, consegui atingir o objetivo de retornar” disse Pagé.

Em Cotia, o jovem disputou uma Copa São Paulo e foi vice-campeão da Copa do Brasil Sub-17 em 2019, ano em que assinou seu primeiro vínculo profissional com o clube: “O São Paulo foi a minha casa por oito anos, tenho carinho, amor e gratidão, afinal, se sou um atleta e ser humano melhor, também é graças ao São Paulo”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.