Jogador trocou o Corinthians pra virar craque do São Paulo

Reduto de torcedores do Corinthians, o bairro de Itaquera recebeu o segundo clássico Majestoso do ano. No domingo (16), o Alvinegro do Parque São Jorge recebeu o São Paulo na Neo Química Arena para um jogo movimentado que acabou em um empate por 2 a 2. Mas engana-se que todos os “itaqueranos” vestiam preto e branco.

Nascido na Cohab II, conjunto habitacional localizado no bairro do estádio corintiano, o meia Rodrigo Nestor foi titular no time comandado por Luis Zubeldía e voltou ao bairro onde morou por longos 11 anos. Por lá, ele começou sua trajetória no futebol ao atuar numa escolinha de futsal chamada Olaria, aos seis anos de idade.

Em entrevista ao Globo Esporte no ano passado, Nestor garantiu que, mesmo rodeado de torcedores do Corinthians, sempre foi aficionado pelo São Paulo desde a infância: “Mesmo nascendo em Itaquera, eu sou muito são-paulino. Lá tem bastante corintiano mesmo, mas eu sou sou são-paulino desde molequinho”.

Depois do Olaria, Nestor partiu para o tradicional Juventus da Mooca. No futsal do clube, chamou a atenção do São Paulo justamente após um título contra o Corinthians e foi chamado para para treinar e morar no CFA Laudo Natel, em Cotia. Topando o desafio, ele se tornaria um dos muitos “made in Cotia” no time profissional.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Alçado ao time de cima na temporada de 2020, o meia foi campeão paulista no ano seguinte e, já em 2023, foi o grande heroi da inédita conquista da Copa do Brasil ao marcar o gol decisivo no empate por 1 a 1 com o Flamengo na segunda partida da decisão. Ao todo, Nestor já acumula 194 jogos com a camisa do São Paulo.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.