Jogador irrita a comissão técnica e não joga mais pelo São Paulo

O início de setembro preparou uma dor de cabeça daquelas para a diretoria do São Paulo. Antes descartado pelo clube para a próxima temporada, o meia-atacante Marcos Paulo, de 22 anos, permanecerá no Morumbi por mais tempo. E tudo graças a uma séria lesão sofrida em uma sessão de treinamento no CT da Barra Funda.

Diagnosticado com uma ruptura no ligamento cruzado anterior no joelho esquerdo, o jovem pode ficar até maio de 2024 longe dos gramados, período este que extrapola o atual contrato vigente com o São Paulo. Contratado em janeiro deste ano, Marcos Paulo está emprestado ao Tricolor pelo Atlético de Madrid, da Espanha, até o fim deste mês.

Porém, como previsto em lei, a diretoria são-paulina se verá obrigada a renovar o vínculo do jogador para oferecer todo o suporte necessário para a sua recuperação. Na prática, o jogador só poderá ser devolvido ao clube espanhol com condições de atuar. Algo parecido com o que ocorreu com o zagueiro Nahuel Ferraresi em junho deste ano.

No entanto, diferente do atacante, o defensor permanecerá no São Paulo para a próxima temporada por interesse do clube. Ferraresi será até mesmo adquirido de forma definitiva junto ao Grupo City. Já Marcos Paulo terá seu contrato por empréstimo renovado até estar novamente apto para entrar em campo, sendo então devolvido.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

De início, existia a possibilidade do clube espanhol assumir os custos da recuperação e o atacante iniciar todo o processo na Espanha. As conversas, porém, não caminharam neste sentido e Marcos Paulo passou por cirurgia na capital paulistana ainda em setembro. O procedimento foi considerado bem sucedido pela equipe médica.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.