Jogador formado pelo São Paulo jogou a camisa do Inter no chão, xingou a torcida e foi expulso

Revelado nas divisões de base do São Paulo, o lateral-esquerdo Fabrício, hoje com 36 anos de idade, roubou a cena durante o início da temporada de 2015. Em partida atrasada do Campeonato Gaúcho no mês de abril, o jogador se irritou profundamente com as vaias vindas das arquibancadas e acabou expulso após xingar os torcedores.

Completamente fora de si, Fabrício ainda brigou com companheiros de equipe e jogou a camisa do Internacional no chão antes de sair do gramado do Beira-Rio. Ele ainda proferiria mais alguns xingamentos antes de entrar nos vestiários do estádio aos gritos de “Eu vou embora”. Relembre:

E ele realmente iria. Sem clima e afastado pela diretoria do Colorado, o lateral acabaria negociado com o Cruzeiro semanas depois. Hoje sem clube, Fabrício ainda defendeu as cores de Palmeiras, Athletico Paranaense, Vasco, Vitória, Água Santa, Portuguesa e União Cacoalense.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Anos depois, o jogador revelou se arrepender do episódio: “Fiz m, uma grande m. Eu nem perdi a bola. Eles (torcedores) chiaram e fiz os gestos no momento. Eu ia bater a lateral e veio a expulsão. Quando estava saindo, chegam Juan, Jorge Henrique. Eu só ia tirar a camisa, estava sem graça. Aí já tinha feito a m*”.

Natural da capital paulista, Fabrício sequer atuou entre os profissionais do São Paulo após rápida passagem por Cotia. Ele só encontraria sua primeira oportunidade entre os profissionais com a camisa do Bragantino. Antes de se transferir para o Inter, passaria ainda por Corinthians, Ituano, Rio Branco-SP, Monte Azul e Portuguesa.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.