Jogador foi contratado e demitido pelo São Paulo: tudo isso em 5 horas

From above of man and woman with contract of life insurance policy sitting at table

O mercado de transferências do futebol brasileiro para a temporada de 2023 está aberto e os principais clubes do país estão sedentos na procura de reforços para o próximo ano. Presente na próxima Copa Libertadores da América, o São Paulo foi um dos pioneiros nas contratações ao acertas as chegadas de Erick e Luiz Gustavo.

Mostrando-se ativo na janela, o Tricolor tem algumas “derrotas” para contar no período de ir em busca de novos atletas. Uma das mais curiosas aconteceu há pouco mais de sete anos, quando o clube acertou com o atacante Getterson, do J. Malucelli. Emprestado ao São Paulo, sua estadia no Morumbi duraria apenas 5 horas.

Apresentado como reforço durante a parte da tarde, Getterson teria seu contrato rescindido na noite do dia 22 de junho de 2016. E tudo graças a intervenção da torcida são-paulina. Nas redes sociais, torcedores descobriram uma série de postagens do atacante se declarando torcedor do Corinthians e se referindo ao São Paulo como “bambi”.

“Isso foi uma brincadeira que fiz com um amigo há quatro anos, quando eu ainda usava o Twitter. Alguém achou aquelas mensagens e soltou na mídia. Não sei quem foi. Alguns torcedores não gostaram. Não quis acompanhar muito a repercussão. Estava no São Paulo, um grande time e do nada acontece tudo isso”, disse na época.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O atacante ainda revela ter chorado com o episódio: “Chorei muito. Minha esposa passou muito mal. Era a chance da minha vida. Eu só estava passando por clubes pequenos. Fiquei muito triste, abalado. Minha vontade de jogar no São Paulo era muito grande”. Hoje, Getterson defende as cores do Sampaio Correa, clube da Série B.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.