Jogador de R$ 57 milhões projeta transferência para o São Paulo

Muito criticado quando subiu ao profissional do São Paulo, ainda sob o comando do então técnico Fernando Diniz, o meia Gabriel Sara se tornou um exemplo de superação no Tricolor do Morumbi.

Chamado muitas vezes de “astronauta” e sendo alvo de piadas de diversos torcedores do clube, o jovem de 23 anos, que é formado e criado nas categorias de base de Cotia, nunca se abalou, e contou com o apoio do ex-treinador para ressurgir na carreira.

Atuando como meia-atacante, se tornou uma das peças fundamentais do São Paulo, que acabou quase culminando no título do Campeonato Brasileiro em 2020. Não demorou muito para ele se destacar no clube, e atrair interesse do futebol europeu.

Foi comprado em julho de 2022 por R$ 56,7 milhões pelo Norwich City, da Inglaterra. Apesar de atuar na PL Championship, a segunda divisão inglesa, Sara já acumula ótimas performances em pouco menos de um ano no novo país.

Foi eleito o melhor jogador da temporada do clube, marcando sete gols e distribuindo quatro assistências. A votação foi realizada pelos próprios torcedores do clube.

Declaração ao São Paulo e retorno ao clube no futuro

Feliz em seu novo país, Sara se mostra grato ao São Paulo por tudo o que viveu em sua vida pessoal e profissional. Em entrevista à ESPN Brasil, o brasileiro contou que ainda mantém contato com amigos do Tricolor, e que ainda acompanha os jogos do clube quando consegue.

“Eu ainda falo com os meus amigos lá dentro. Com o Nestor e o pessoal e eu assisto a todos os jogos que são às 16h e aqueles das 18h30 eu consigo assistir também. Eu até assisti contra o Internacional, que a gente ganhou de 2 a 0. Eu tento acompanhar sempre que dá. Quando os jogos são muito tarde, infelizmente não dá, mas eu sou mais um torcedor do São Paulo, então sempre que dá, eu acompanho”, revelou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Gabriel Sara chegou no Tricolor em 2013, e após nove anos, deu adeus ao time de coração. Acabou conquistando o Campeonato Paulista de 2021, mas o jogador ainda tem sonhos maiores com a camisa do Tricolor, e já projeta um retorno no futuro.

“Eu passei mais tempo no São Paulo do que na minha casa, com os meus pais. Então eu sei o que é o sentimento do torcedor. O São Paulo para mim é especial. É claro que hoje eu não estaria aqui sem o São Paulo”, iniciou.

“Tenho uma gratidão enorme com o São Paulo. Ainda tenho objetivos que eu não concluí no São Paulo. Sonhos que eu ainda quero concluir. Sempre que o São Paulo está bem, eu fico feliz e quando o São Paulo está mal, eu fico torcendo para que melhore. Para que o São Paulo alcance os tempos de glórias novamente”, finalizou.