James Rodríguez jogou 36 minutos: como foi?

O meia James Rodríguez fez a sua estreia oficial com a camisa do São Paulo no duelo contra o Flamengo, que terminou empatado em 1 a 1, no Maracanã. Entrou aos 20 minutos da segunda etapa no lugar de Alexandre Pato.

Mesmo em poucos minutos dentro de campo, o astro cplombiano mostrou sua qualidade. Jogando no meio, sua posição de origem, ele buscou o jogo pelos dois lados das quatro linhas, tentando armar as jogadas.

Aos 32 minutos, teve a sua primeira chance real de gol, quando recebeu um passe na entrada da área e chutou forte rasteiro, bola que bateu na rede pelo lado de fora no canto do goleiro Matheus Cunha.

Sem jogar desde abril, quando defendia o Olympiacos, da Grécia, era perceptível a falta de ritmo de James. Todavia, ele soube cadenciar o jogo e atuar dentro dessas limitações físicas. Um dos momentos de maior destaque foi quando segurou a bola e deu um belo passe para Wellington Rato, aos 40 minutos.

Rato recebeu praticamente sozinho, carregou a bola para seu pé direito (que não é o dominante), e chutou para fora, mesmo cara a cara com o arqueiro adversário. Foi a principal oportunidade para garantir o 2 a 0 e os três pontos no Rio de Janeiro.

Aos 54 minutos, o colombino teve outra oportunidade de gol em uma cobrança de falta. Todavia, o chute acabou indo na barreira.

James Rodríguez deverá jogar contra o Corinthians

Em entrevista após o duelo, James Rodríguez elogiou o desempenho do São Paulo, falou sobre sua questão física e projetou o duelo contra o Corinthians, pela volta da semifinal da Copa do Brasil, no Morumbi.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Fisicamente estou bem, lógico que o time fez um jogo muito bom, merecia a vitória, mas acontece. Agora é cabeça alta, porque quarta tem um jogo muito importante”, disse.

Em 36 minutos dentro de campo, James mostrou que possui habilidade de sobra, e que certamente será uma peça fundamental para o Tricolor no restante da temporada.

Nesta quarta-feira (16), às 19h30, ele deve começar o clássico contra o Corinthians no banco de reservas. A tendência é que ele entre no decorrer do segundo tempo, tentando ajudar o SPFC a se classificar à final.