Intermináveis! Time brasileiro terá Cafu e Rivaldo atuando juntos em pleno 2024

Nas últimas semanas, foi divulgado o mais novo torneio chamado Copa do Mundo de Veteranos, marcado para junho deste ano. Como o próprio nome já diz, será disputado apenas entre as lendas do futebol mundial que marcaram época e ainda são lembradas pelos torcedores de diferentes países.

 Ronaldinho Gaúcho, Kaká e Rivaldo são alguns confirmados do Brasil, enquanto outros capitães históricos também marcarão presença, como o esoanhol Carles Puyol, o urugiaio Dego Lugano e o italiano Fabio Cannavaro.

Apenas os países que já levantam uma Copa do Mundo poderão participar da competição. Ou seja, oito: Alemanha, Argentina, Brasil, Espanha, França, Itália, Inglaterra e Uruguai.  O Mundial será organizado pelo Elite Players Group, empresa criada por ex-atletas e empresários, visando que os aposentados continuem a se divertir e jogar com seus antigos companheiros e rivais dentro de campo, provocando um espetáculo para os fãs.

A ideia é que o torneio encaixa no calendário europeu, ou seja, ele será disputado entre a final da Liga dos Campeões da Europa, marcada para o dia 1° de junho, e o começo da Eurocopa, em 14 de junho. Sem entrar em rota de colisão com as outras competições, os torcedores poderão assistir a todos os jogos sem problemas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Apenas jogadores com mais de 35 anos e que tenham jogado por suas seleções, ou mesmo mais de 100 jogos na elite de seus respectivos países poderão jogar este Mundial. Ou seja, a intenção é que o nível de disputa seja muito alto.

Por não serem mais os mesmos, a Copa do Mundo de Veteranos será adaptada. Por exemplo, os duelos terão 70 minutos, e as substituições serão ilimitadas e rotativas. Os times podem ter no máximo 18 jogadores e um técnico.

Jogadores que devem participar da Copa do Mundo de Veteranos

  • Brasil: Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Rivaldo, Cafu, Roberto Carlos e Emerson (capitão);
  • Argentina: Hernan Crespo, Pablo Zabaleta e Esteban Cambiasso (capitão);
  • França: Thierry Henry, Marcel Desailly e Christian Karembeu (capitão);
  • Alemanha: Mesut Özil, Sami Khedira e Kevin Kuranyi (capitão);
  • Inglaterra: Michael Owen, Ashley Cole, Joe Cole, Rio Ferdinand, David James, Frank Lampard, Robbie Fowler e Steve McManaman (capitão);
  • Itália: Fabio Cannavaro, Francesco Totti e Marco Materazzi (capitão);
  • Espanha: David Villa, Carles Puyol e Michel Salgado (capitão);
  • Uruguai: Diego Forlán e Diego Lugano (capitão).