Hernanes explica motivo do vexame do Botafogo

Sem vencer o Campeonato Brasileiro desde 1995, o Botafogo encheu sua apaixonada torcida de esperanças ao alcançar a melhor campanha da história dentro do 1º turno da competição neste ano. Em certo momento, a diferença para o vice-líder chegou a ser de incríveis 13 pontos. Fato que fez o clube carioca ser apontado como virtual campeão.

Mas o desempenho caiu drasticamente na segunda parte do Brasileirão. Perdendo o técnico português Luís Castro para o Al-Nassr, clube do astro Cristiano Ronaldo, o Botafogo acumulou apenas 17 pontos no 2º turno e acabaria ultrapassado por Flamengo, Atlético-MG, Grêmio e o Palmeiras, grande campeão da temporada.

O vexame botafoguense virou tema de entrevista de Hernanes, ídolo do São Paulo, no Charla Podcast, atração comandada pelo narrador Bruno Cantarelli e o jornalista Beto Júnior. Segundo o ex-meia, foram três os principais fatores que tiraram o título do Alvinegro: capacidade de vencer, elenco campeão e mudanças de comando.

“A primeira coisa é capacidade de vencer, sair das quatro linhas e abrir o mundo culturalmente e em outros aspectos. A luta é constante, concentra aqui, é ponto por ponto. A cabeça é que comanda tudo, é a parte mais difícil de controlar. Essa gestão do psicológico, acha que já ganhou, começa a baixar performances nos treinos, nos jogos”, iniciou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“A segunda coisa é que o time do Botafogo tinha poucos caras que já tinham sido campeões. O cérebro é uma máquina, não tem um botão, mas tem mecanismos de gatilhos, os campeões sabem como fazer isso. E teve a mudança de comando. Se não vai atrás de treinador para manter estilo, vai chegar outro para querer mudar”, disse.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.